DÚVIDAS

DÚVIDAS FREQUENTES

A SUIPA responde aqui as dúvidas mais frequentes enviadas pelos internautas.

 

Mordida de animais

O ANIMAL DE ESTIMAÇÃO DO MEU VIZINHO ME MORDEU. O QUE DEVO FAZER?

Antes de entrar na casa de alguém, devemos nos certificar se existe algum cão de guarda que, por mais manso que seja, sempre estará atento para defender seu espaço. Mordida arde, incha, dói muito e você deverá ir a um posto de saúde para tomar as devidas injeções. Pergunte ao seu vizinho se ele vacinou, anualmente, seu animal de estimação. Além disso, seu vizinho deverá observar seu animal de estimação por dez dias para que possa lhe informar se o animal está bem. Isso já será um alívio, certo? Não é necessário levar animal que morde para canis municipais ou para sociedades de proteção animal. O animal que tem um responsável poderá ficar em observação no seu próprio habitat. No caso de ter sido mordido por um animal que estava passando pelo rua (caso muito raro) e se o animal for capturado, aí sim, ele poderá ficar por dez dias em observação em uma sociedade protetora de animais ou em um canil publico.

Casos de raiva não acontecem há anos no Brasil e não pense o pior. Muitas vezes o animal morde uma pessoa porque estava defendendo seus filhotes, seu território, estava estressado, estava com alguma dor, estava brigando com outro animal e, na hora em que uma pessoa se mete para separar acaba sendo mordida e também animais mordem porque estão irritados, agressivos devido ao cio. Por isso é que a SUIPA orienta para que se esterilize seus animais de estimação para diminuir a agressividade.

"Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da criação, seja animal ou vegetal,
ninguém precisará ensiná-lo a amar seu semelhante."

Albert Schweitzer (Nobel da Paz de 1952)
topo